Pages

terça-feira, 27 de maio de 2014

Pernambuco terá 6 mil profissionais a mais na segurança pública durante a Copa

Só de policiais militares, serão cerca de 5 mil homens extra
Cerca de 5 mil policiais militares e 1.030 civis, além de 350 homens do Corpo de Bombeiros a mais serão escalados para atuarem na operação de segurança pública para a Copa do Mundo em Pernambuco. Eles serão espalhados entre pontos considerados estratégicos pela Secretaria de Defesa Social, que planejou o esquema junto com a Secretaria da Copa.

Entre as principais ações, estão o acompanhamento, por meio de escolta, de seleções e autoridades que venham ao Estado. Além disso, haverá intensificação das atividades no metrô e nos terminais integrados de passageiros.
Anunciado na última segunda-feira (26), o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que vai gerir ações vai funcionar na Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) e contará com 86 profissionais de 33 entidades ligadas à segurança pública como Polícia Militar, Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Federal e Forças Armadas.
De acordo com o chefe da Polícia Civil, Osvaldo Moraes, a expectativa é que o número de ocorrências seja quase nulo, como ocorreu na Copa das Confederações do ano passado. 
Fonte : Folha de PE.

0 comentários:

Postar um comentário