Pages

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Dilma sanciona lei que inibe criação de partidos


A presidenta Dilma Rousseff sancionou hoje (31) a Lei 12.875, que inibe a criação de partidos políticos. A lei restringe o acesso de novas legendas a recursos financeiros do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda na TV e no rádio. A medida foi publicada no Diário Oficial da União.

Pela lei, serão destinados 5% do total do Fundo Partidário, em partes iguais, a todos os partidos. Os 95% restantes serão distribuídos conforme a proporção de votos obtidos pela legenda na última eleição para o cargo de deputado federal. Para o cálculo, serão desconsideradas as mudanças de filiação partidária, ou seja, deputados que mudarem de partido durante o mandato não poderão levar os votos para a nova sigla, para contagem de tempo de propaganda e no fundo.

Os horários da propaganda eleitoral serão divididos seguindo o critério de distribuição de de dois terços proporcionalmente ao número de representantes do partido na Câmara dos Deputados. No caso de coligação, será considerada a soma dos representantes de todos os partidos que compõem a chapa.

Em relação à fusão e incorporação de partidos, serão contabilizados os votos das legendas obtidas na eleição anterior para a Câmara dos Deputados no cálculo do tempo na TV e no rádio e verba do Fundo Partidário.


Escola de Contas Públicas divulga cronograma de cursos de novembro








O mês de novembro será movimentado na Escola de Contas (ECPBG). São diversos cursos, sendo um deles online; e de temas variados, que vão de Controle Interno até a Nova Contabilidade Pública. Qualquer pessoa pode fazer sua inscrição clicando aqui.
Na primeira semana, a partir do dia 4, serão quatro capacitações. “Controle Interno de orçamento e de finanças públicas”,“Licitação de equipamentos e serviços de informática "(saiba mais deste curso com um clique aqui), “Licitação em obras e serviços de engenharia” e “Controle Interno de obras de engenharia" (saiba mais deste curso com um clique aqui), este último acontece no prédio novo da Escola de Contas. As aulas têm encerramento previsto para o dia 8 de novembro.
Mais quatro cursos terão início no dia 11 de novembro, com destaque para a profissionalização online “Licitação pública básica (EAD)”. Completam a relação da segunda semana do mês: “Gestão e prestação de contas de convênios e transferências da administração pública”, “Elaboração de termos de referência para aquisição de bens e serviços” e “Pregão”, todos com encerramento previsto para o dia 14.
A terceira semana de novembro, a partir do dia 18, terá a “Elaboração e análise de orçamentos de obras públicas”, com o professor Elmar Pessoa; e “Gestão de Almoxarifado e Patrimônio”, com Thiago Parísio. Os cursos acontecem no período da tarde, das 14h às 17h40, com carga-horária 20h/a.
No dia 25, data que abre a última semana, os cursos “Auditoria em folha de pagamento de pessoal” e “A Nova Contabilidade Pública” acontecem na ECPBG.
Em caso de dúvidas e mais informações sobre os cursos, ligue para a Gerência de Ensino da Escola (3181-7953) ou pelo site da Escola, clicando aqui.

Fonte :de Jornalismo (GEJO).

Parlamentares divergem sobre resolução do TSE que muda número de deputados por estado

Veja quem ganha e quem perde pela proposta do TSE. Foto: Reprodução do site da Câmara
Veja quem ganha e quem perde pela proposta do TSE. Foto: Reprodução do site da Câmara

Foi enviado à Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (31) o projeto de decreto legislativo já aprovado no Senado que suspende a polêmica decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que alterou o número de deputados eleitos em cada estado.

Além dos deputados federais, a resolução do TSE, expedida em abril, também redefiniu a quantidade dos deputados estaduais e distritais, com base no Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As regras teriam validade a partir das eleições do ano que vem.

Com as mudanças propostas pelo tribunal, o Pará é o estado que mais ganharia cadeiras na Câmara dos Deputados, passando de 17 para 21. Amazonas e Santa Catarina passariam a contar com mais um representante; Ceará e Minas Gerais, mais dois deputados.

Por outro lado, Paraíba e Piauí perderiam dois deputados. Alagoas, Espírito Santo, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul elegeriam menos um deputado nas próximas eleições.

Divergências
O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) defende a iniciativa do TSE. Segundo avalia o parlamentar, a decisão do tribunal é legítima, uma vez que a corte está autorizada por lei a fazer a atualização do número de vagas. "O Congresso delegou ao TSE a atribuição de fazer esse cálculo, de fazer ajustes em função das mudanças de representação populacional, que é a base para analisar as vagas correspondentes das unidades federadas."

Já o deputado Jesus Rodrigues (PT-PI) manifestou apoio ao projeto do Senado que suspende a resolução do TSE. O parlamentar reclama que o estado dele seria o mais prejudicado proporcionalmente, uma vez que elegeu 10 deputados federais e passaria a contar com apenas oito. Jesus Rodrigues reconhece que uma norma autoriza o TSE a atualizar o número de eleitores, mas faz uma ressalva: "a regra sobre o número de vagas de cada um dos estados teria de ser definida por meio de lei complementar, o que ainda não foi feito".

Constitucionalidade
O presidente da Comissão de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção de São Paulo, Alberto Rollo, concorda que a questão deve ser definida por uma lei complementar. "O TSE tenta obedecer à determinação constitucional de máximos e mínimos de proporção à população, mas faz isso através de um meio não aceitável e inconstitucional que é uma resolução. É uma atuação interna do próprio TSE."

A Constituição limita em 8 o número mínimo de deputados federais por estado e em 70, o máximo. A legislação também determina que o número de deputados deve ser definido no ano anterior às eleições.


Garanhuns sedia IV Encontro de Secretários de Turismo


Tem início na próxima quarta-feira (6) o IV Encontro de Secretários e Dirigentes de Turismo. O evento, promovido pela Associação das Secretarias de Turismo de Pernambuco em parceria com a Secretaria de Turismo de Garanhuns, será realizado no auditório da Unidade de Negócios do Serviço de Apoio às Micro Empresas (Sebrae) Agreste Meridional, em Garanhuns.

A programação, que contempla palestras e discussões relacionadas à infraestrutura turística, captação de recursos e execução de projetos, seguirá até a quinta-feira (7).

Entre as abordagens nas palestras que ocorrerão ao longo da programação estão: elaboração de produtos, marketing estratégico e mercados públicos. Espaços para questionamentos serão abertos para possíveis dúvidas dos participantes.

De acordo com a secretária de Turismo de Garanhuns, Gerlane Melo, o encontro vem somar conhecimentos e traçar metas para o futuro. “É sempre bom participar de um momento com outros secretários da região. Teremos discussões produtivas, com certeza. Poderemos trocar ideias e experiências e aperfeiçoar nossa gestão no dia-a-dia”, comenta a titular da pasta.

Em plenário, senador alerta sobre crise nos Municípios e defende aumento no FPM

Agência SenadoAgência Senado
Os Municípios ganharam importante apoio do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), durante discurso no Plenário do Senado Federal. O parlamentar falou aos demais congressistas sobre a atual situação econômica dos entes municipais e defendeu os prefeitos.

Para o senador, a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 39/2013, que prevê o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), seria essencial neste momento de crise. Valadares classifica como “vexatória” a condição dos Municípios enquanto a União fica com 60% de tudo o que é arrecadado no País.
Antônio Carlos Valadares destacou o quanto os serviços oferecidos pelas prefeituras são importantes na vida do cidadão brasileiros. E lembrou que cada vez mais são repassadas obrigações a estes entes. “Criam-se postos de saúde, creches e os mais variados programas que têm a maior repercussão no Brasil, mas quem tem que arranjar dinheiro para dar tudo certo, para promoção do desenvolvimento social são os Municípios”.
Atuação do movimento municipalista
Durante o discurso, o senador enalteceu a atuação do movimento municipalista que promoveu em Sergipe, Estado do parlamentar, uma ação em defesa dos entes municipais. O “Sergipe unido contra a crise financeira dos Municípios” foi um ato público para mostrar à população a gravidade da crise nas prefeituras.

Fonte :Agência CNM, com informações da Agência Senado.

Assinatura do termo de cooperação técnica ira proporcional melhoria no Transporte Complementar de São Lourenço da mata

A Prefeitura de São Lourenço da Mata, em parceria com a Cooperativa de Transporte Complementar do município, realizam nesta quinta-feira(31),a partir das 19 horas na Câmara de Vereadores do município, uma solenidade tendo como objetivo a assinatura do termo de cooperação técnica entre a administração municipal e a FENETRAL (Federação Nacional dos Permissionários, Concessionários, Autorizatários e Trabalhadores Autônomos do Transporte Alternativo, Opcional, Suplementar e Complementar), que ficará responsável pelo estudo de viabilidade das ações. 

Procurando avançar nas discussões de projeto que prevê modificações no sistema complementar de transporte, como a criação de novas linhas, renovação da frota, melhor segurança e acessibilidade a população que diariamente utilizam este meio de transporte em nossa cidade. 

Prefeitos cobram atenção do governo federal

Prefeitos de 23 cidades da Mata Norte, Agreste Setentrional e da Região Metropolitana do Recife, paralisaram ontem as atividades para participar de um ato, denominado de “Municípios em Ação”, em protesto contra as perdas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O encontro dos gestores foi na sede do Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional (Comanas), em Carpina. Contou também com a participação de deputados estaduais.

A manifestação foi organizada pelo Comanas, com apoio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), cujo objetivo foi cobrar do governo federal maior atenção aos municípios. Segundo os prefeitos, os municípios estão sofrendo com as perdas ocasionadas pelos “recursos escassos” do FPM.

O presidente do Comanas, Belarmino Vasquez (PR), fez questão de ressaltar que os prefeitos não são contra o governo federal. “Somos a favor da autonomia dos municípios. Cidades de pequeno porte dependem exclusivamente do repasse do FPM, mas só que o repasse está chegando a um ponto crítico. Vai chegar um determinado momento que não iremos conseguir pagar a nenhum funcionário”, alertou Vasquez.

A deputada Raquel Lyra (PSB) também rechaçou qualquer tom eleitoral na manifestação, justificando que o evento não teve “lado partidário”, nem “cores de partido”. “Foi um movimento independente”, garante.

O presidente da Amupe, José Patriota (PSB), enfatizou que a falta de dinheiro nas prefeituras tem ocasionado prejuízo na qualidade dos serviços prestados à população. O prefeito de Feira Nova, Nicodemos Ferreira (PSB), lembrou que o município perdeu mais de R$ 2 milhões em 2012. “Isso é muito dinheiro para um município pequeno como o nosso”, reclama, destacando que as perdas com o FPM resultaram no corte de salários, demissões e ausência de investimentos no município.

Um documento foi elaborado ao final do manifesto, a qual será encaminhado à presidente Dilma Rousseff, ao Congresso, à Assembleia Legislativa de Pernambuco, governo do Estado, entre outras entidades.

Fonte :JC.

Encerramento do mês do idoso é comemorado no centro social urbano nesta quinta-feira (31)


A Secretaria de Assistência Social de São Lourenço da Mata, juntamente com a Coordenadoria do Idoso e o Conselho do Idoso, realizam nesta quinta-feira (31) no centro social urbano, a partir das 15:30 uma programação para comemora Encerramento do mês do idoso no município, com atividades bem diversificada que vai contar com apresentações artísticas, dança de coco do grupo da terceira idade “Vitória e Esperança”, e a presença de dois casais no ritmo do bolero, além da apresentação de recital de poemas e desfile da mais bela idosa, como também sorteio de brindes finalizando com um belíssimo jantar aos presentes. 

CCJ debaterá proibição de pesquisas até 15 dias antes das eleições


A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realizará audiência pública para discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 57/2012, que proíbe a divulgação de pesquisas eleitorais nos 15 dias que antecedem o pleito em primeiro e segundo turnos. O debate foi sugerido pelo senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), relator da matéria na comissão.
A legislação eleitoral em vigor não impõe ressalvas quanto ao prazo para a divulgação de pesquisas, por isso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite que seja feita a qualquer momento, inclusive no dia das eleições, desde que respeite o prazo de cinco dias para o registro.
O autor da PEC, senador Luiz Henrique (PMDB-SC), explica que o objetivo da medida proposta é evitar a interferência indevida no resultado eleitoral por pesquisas que muitas vezes apresentam discrepância entre os índices de intenção de votos divulgados por institutos e os efetivamente apurados pela Justiça Eleitoral.
Serão convidados para o debate o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), Paulo Pinheiro de Andrade, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisas; Carlos Montenegro, presidente do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope); Carlos Fernando Lindenberg Neto, presidente da Associação Nacional de Jornais; Jaior Nicolau, cientista político; e Erico Ferreira Nogueira, advogado da União.
A data da audiência pública ainda será divulgada pela secretaria da comissão
Fonte :Agência Senado

Manual de Turismo orienta gestores públicos e sociedade no combate à exploração sexual de menores

Pref. Criciúma (SC)Pref. Criciúma (SC)
Infelizmente, junto com o desenvolvimento do Turismo no Brasil cresce um problema: a exploração sexual de crianças e adolescentes. Com o objetivo de orientar e capacitar os gestores públicos, professores, líderes comunitários, organizações não governamentais e pessoas envolvidas no setor, foi lançado o Manual do Multiplicador – Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo.

Com quase 100 páginas, o manual indica ações para combater este tipo de violência. Crime que no Brasil ocorre com mais frequência em regiões de praia e nas fronteiras estaduais e internacionais. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), 18,3 mil casos foram denunciados no país, só em 2012.
Outra pesquisa, da Rede Global de Proteção às Crianças, mostra que 76% das crianças exploradas sexualmente são menores de 10 anos. Ainda no Brasil, os Estados com maior número de denuncias são, respectivamente, Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo.
Bom exemplo

No manual, o leitor poderá conhecer um programa de qualificação de profissionais do Turismo em Pernambuco. A iniciativa é citada como exemplo de sucesso no combate à exploração sexual de menores.

Fonte :CNM.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ativos de iluminação: CNM defende prorrogação para todos os Municípios

Pref. Santa Maria (RS)Pref. Santa Maria (RS)
Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estuda prorrogar o prazo para que Municípios com menos de 50 mil habitantes se tornem responsáveis pelos ativos de iluminação pública. Mas, durante sessões presenciais, em São Paulo e Belo Horizonte, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) defendeu que, pelo princípio da isonomia, o prazo seja prorrogado para todos os Municípios, independente da população.

A Resolução Normativa 414/2010 da Aneel diz que, após 31 de janeiro de 2014, todos os Municípios assumam os ativos. No entanto, após reivindicações dos entes municipais, a Agência declarou a possibilidade de prorrogação. A proposta da Aneel é que o novo prazo seja 31 de dezembro de 2014, mas somente para esses Municípios menores.
As sessões presenciais que a CNM participou, nos dia 24 e 25 de outubro, são um desdobramento da audiência pública 107/2013, que tem por objetivo discutir a prorrogação. Na ocasião, a Confederação relatou a dificuldade dos Municípios no que se refere à manutenção do serviço. E também destacou a dificuldade em se instituir ou aumentar o valor da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (CIP/COSIP).
Sessões
Durante a sessão em São Paulo, por exemplo, o secretário de Obras de São José dos Campos, Dalton de Assis, relatou que, embora o Município tenha mais de 500 mil habitantes, ainda não está preparado para assumir mais esta responsabilidade no inicio de 2014.

Na sessão presencial de Belo Horizonte houve forte atuação das entidades municipalistas locais, como a Associação Mineira de Municípios (AMM). Ela pede a prorrogação para todos os Municípios até dezembro de 2015.
A próxima sessão presencial será realizada em Recife (PE), no dia 4 de novembro, na Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).
A CNM informa: as contribuições a este debate podem ser encaminhadas até o dia 8 de novembro para o e-mail  ap107_2013@aneel.gov.br ou para o endereço da Aneel: SGAN, Quadra 603, Módulo I, Térreo, Protocolo Geral, CEP: 70830-110, Brasília-DF. O prazo para o envio das sugestões é dia 8 de novembro de 2013.
Fonte :CNM.

Cabeça de Touro é campeã da 2ª. Etapa do XIII CIRCUITO SESC DE BEACH SOCCER


A final do XIII CIRCUITO SESC  DE BEACH SOCCER 2013 – 2ª ETAPA, categoria Sub-17, foi realizada sexta (25) na Arena AquaSesc, na Praia de Piedade, com início às 18h30. A equipe do Cabeça de Touro sagrou-se campeã após derrotar o fortíssimo time do “Nossa Escola” de Piedade e que vencera a 1ª. Etapa derrotando o Terremoto FC de São Lourenço da Mata.

Os comandados do Técnico Williams Ricardo (Will) não se intimidaram com o adversário e partiram para o ataque desde os primeiros minutos da partida, demonstrando que estavam na quadra de areia para vencer. Saulo, num belíssimo chute da meia direita colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro adversário, marcando o gol da vitória.

O grande destaque da partida foi o goleiro “Berguinho”, do Cabeça de Touro, com magistrais defesas, deu tranquilidade a equipe e garantiu a vitória, sendo eleito o “atleta destaque da partida”, recebendo um troféu das mãos do Prof Albérico Falcão, diretor-técnico da Federação Pernambucana de Beach Soccer.

Antes do início da partida decisiva, o Cabeça de Touro FC homenageou “in memoriam”, o Professor Pádua Mota, que foi durante anos técnico das equipes de base do Cabeça de Touro de beach soccer e futsal. O presidente do Clube, Coronel Pereira Neto fez entrega a esposa de Pádua, Srª. Jacqueline e ao filho “Padinha” de um diploma de agradecimento e um banner com fotografias de vários momentos da vida do inesquecível treinador.

A belíssima Arena AquaSesc, nas areias da Praia de Piedade, ficou com as arquibancadas lotadas com os torcedores do Cabeça (Força Taurina) com bandeiras e charanga e do “Nossa Escola”, num espetáculo à parte. O comparecimento em massa da “Força Taurina” foi mais um jogador do Cabeça de Touro na arena e sempre incentivou os jogadores durante toda a partida.

No apito final, o goleiro “Berguinho” e o Técnico Will caíram em prantos de tanta emoção e os atletas correram para o alambrado e comemoraram cantando com a torcida – “O Campeão Voltou.... O Campeão voltou!...”

Em Pernambuco, aprovação de Eduardo é de 54% e a de Dilma, 37%

Apesar do reflexo dos protestos de junho, Eduardo conseguiu sobreviver à

Apesar do reflexo dos protestos de junho, Eduardo conseguiu sobreviver à "onda de reprovação", enquanto Dilma apresentou queda significativa de popularidade

Alexandre Gondim/JC Imagem

As manifestações de junho deste ano, que externaram uma insatisfação generalizada e difusa da sociedade, impactaram diretamente na imagem dos governantes brasileiros. Apesar do reflexo das ruas sobre as gestões, em Pernambuco o governador Eduardo Campos (PSB) conseguiu sobreviver à “onda” de reprovação” dos movimentos reivindicatórios. Embora apresentando uma queda significativa de popularidade, em comparação com avaliações anteriores a junho, o impacto se apresenta bem menor que o sofrido pela avaliação da gestão da presidente Dilma Rousseff (PT).

INFOGRÁFICO

aprovação dudu e dilma
A pesquisa de avaliação de governos e intenção de votos do Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN), em parceria com o JC e o Portal LeiaJá, feita nos dias 21 e 22, no Estado, revela que o governo Eduardo tem a aprovação de 54% (17% ótima e 37% boa) – com uma avaliação regular de 28% –, contra uma reprovação de 12% (7% ruim e 5% péssima). Ao mesmo tempo, a gestão Dilma tem a aprovação de 37% dos pernambucanos (10% ótima e 27% boa), enquanto a avaliação regular é de 35%, contra uma reprovação de 24% (13% ruim e 11% péssima), o dobro da recebida pelo governador. Os dados são da pesquisa estimulada.
Ex-aliados e prováveis adversários em 2014, na disputa à Presidência da República, Eduardo e Dilma coincidem na distribuição dos maiores e menores índices de aprovação, com os menores percentuais situados no Recife – maior colégio eleitoral do Estado – e na Região Metropolitana e os maiores no Sertão e na Região do São Francisco (veja quadro). Na Capital e RMR, a administração do governador Eduardo é aprovada por 48% (em ambas), ao tempo em que a da presidente Dilma recebe 33% e 30%, respectivamente.
Os índices de aprovação dos governos Eduardo e Dilma crescem, entretanto, entre os eleitores pernambucanos, quando a pesquisa limita-se a aplicar a pergunta “Você aprova ou desaprova o governo?”. Nessa situação, 67% aprovam e 21% reprovam a gestão do socialista, enquanto 50% aprovam e 38% reprovam a da petista. 
Um dos coordenadores da pesquisa, o cientista político Adriano Oliveira explica que a aplicação da simples indagação “aprova” ou “desaprova” as gestões “serve apenas para um indicativo de comparação (dos pesquisadores)”, uma vez que ela não permite opções (“ótima”, “boa”, “regular” etc) ao eleitor entrevistado, deixando nesse caso a avaliação menos real.

Fonte :J.C.

Armando participa de homenagem à Constituição de 88

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) participou nesta terça-feira (29), da sessão especial do Senado que homenageou os 25 anos da Constituição Federal. A Constituição foi promulgada em 5 de outubro de 1988 e é a mais longeva Constituição democrática brasileira. Na cerimônia, foram condecorados com a Medalha Ulysses Guimarães todos os atuais senadores que participaram da Assembleia Nacional Constituinte e também os ex-presidentes da República, senador José Sarney, Luis Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, este último não compareceu à sessão.

Por ocasião dos 25 anos de promulgação da constituição, Armando destacou que o Brasil se confronta com a necessidade de produzir uma reformulação no Pacto Federativo atual. Segundo ele, uma das expressões de qualquer pacto, a mais importante é a que envolve a partilha de recursos. Armando reiterou a necessidade de redefinição do pacto na direção de se construir um sistema tributário que aponte para a perspectiva de promover a correção dos desníveis regionais. “Esses desníveis ameaçam o nosso próprio projeto de nação. Nós seremos um País mais forte na medida em que tenhamos uma federação menos desigual. Portanto, esse é o desafio”, afirmou, acrescentando que é preciso redefinir as bases dessa partilha, uma vez que há grande concentração de recursos nas mãos da União. “Isso implicará, necessariamente, em rever também as competências e os encargos dos três níveis da federação”.

Ao deixar o evento, Armando conversou com o ex-presidente Lula e cumprimentou-o pela honraria recebida.  O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim, e o relator-geral da Constituinte Bernardo Cabral, também constituintes à época, receberam a honraria, assim como o vice-presidente Michel Temer.

Crédito da foto: Ana Luiza Sousa/ Divulgação

Quadro político visando à câmara federal para as eleições de 2014 começa a se definir


Começa a se definir o quadro político visando a câmara federal para as eleições de 2014, a frente popular com cerca de sete partidos poderá eleger aproximadamente 18 deputados federais com nomes de peso no cenário político Pernambucano além das novidades que estarão presente podendo surpreender nas eleições de 2014. 

Veja as possibilidades de cada frente:


FRENTE POPULAR (PSB-PMDB-PSD-PR-PCdoB-PDT-PSDB)
Eleitos 18 (Média)

01- João Campos - PSB

02- Tadeu Alencar/Felipe Carreras - PSB 

03- Fernando Filho/Miguel Bezerra Coelho - PSB

04- Danilo Cabral - PSB

05- Marinaldo - PSB

06- Pastor Eurico - PSB

07- Gonzaga Patriota - PSB

08- João Fernando Coutinho - PSB

09- Isaltino - PSB

10- Lula Cabral - PSB

11- Yves Ribeiro/Ninho - PSB

12- Edgar Moury - PSB

13- Magrão Sport - PSB

14- Marcos Notaro - PSB

15- Otávio Rancho Alegre - PSB

16- Raul Henry/Jarbas - PMDB

17- Tony Gel - PMDB

18- André de Paula - PSD

19- Sebastião Oliveira - PR

20- Anderson Ferreira - PR

21- Luciana Santos - PCdoB

22- Cadoca - PCdoB

23- Wolney Queiroz - PDT

24- Paulo Rubem - PDT

25- Sérgio Guerra - PSDB

26- Bruno Araújo - PSDB

27- Daniel Coelho - PSDB

FRENTE TRABALHISTA (PTB-PT-PROS-PSC)
Eleitos 05 (Média)

01- José Chaves - PTB

02- Jorge Corte - PTB

03- Ricardo Teobaldo - PTB

04- Zeca Cavalcante - PTB

05- Josenildo - PTB

06- Adalberto Cavalcanti - PTB

07- Pedro Eugênio - PT

08- Fernando Ferro - PT

09- João Paulo - PT

10- José Augusto Maia - PROS

11- Sílvio Costa - PSC

PP
Eleitos 02 (Média)

01- Eduardo da Fonte - PP

02- Roberto Teixeira - PP

03- Vilalba - PP

PARTIDOS COLIGAÇÕES INDEFINIDAS

01- Mendonça Filho - DEM

02- Augusto Coutinho - SOLIDARIEDADE

03- Luciano Bivar - PSL

04- Aldo Amaral (Força Sindical) - PRB

05- Pastor Geraldo Carlos (Universal) - PRB

Pernambuco tem 69 municípios com risco de surto de dengue

Neste verão, Pernambuco tem 69 municípios em risco de surto de dengue. Embora tenha havido uma redução do número de casos da doença no estado, o índice de infestação predial (focos de reprodução do mosquito) preocupa a Secretária Estadual de Saúde. O plano de contigência da dengue foi lançado nesta quarta-feira (30), na sede da Secretaria, no bairro do Bongi, Zona Oeste do Recife.
O período de seca prolongada é uma das preocupações, visto que se multiplicam os reservatórios de água nas residências - maiores focos de proliferação do mosquito. Para lidar com a situação, serão distribuídas 40 mil capas para cobrir os depósitos, além de uma orientação mais próxima dos municípios em estado de alerta. "É preciso entender que, se esses munícipios não fizerem algo, há uma grande chance de surto", explica o secretário de Saúde, Antonio Carlos Figueira.
A maior concentração de municípios com indíces considerados altos - acima de 3,9% das residências - está na região de Garanhuns e Caruaru, no Agreste do estado, embora a lista inclua também alguns da Região Metropolitana do Recife, como Abreu e LimaCamaragibe e Jaboatão dos Guararapes. Outros 75 estão em situação de alerta, com índice de infestação entre 1% e 3,9%.
A intermitência no fornecimento de água e a seca são fatores que contribuíram para alto índice. "As pessoas acham que, por estarmos enfrentando uma grande seca, não temos dengue. Enquanto não tivemos 100% das casas saneadas e 100% das casas com água o tempo todo, vamos ter dengue, é um país tropical", alerta o secretário.
Campanha vai consicentizar população para tampar reservatórios. (Foto: Katherine Coutinho / G1)
Campanha vai consicentizar população para tampar
reservatórios. (Foto: Katherine Coutinho / G1)
Os municípios vão contar com orientação da Secretaria de Saúde para reorganizar o planejamento de combate à doença, a fim de evitar surtos no próximo ano. "Quem contrata agente de saúde é o município, mas nós vamos contratar 68 técnicos de nível superior, que vão atuar no monitoramento dos municípios e unidades de saúde", afirma Figueira.
Redução
De janeiro a outubro de 2012, foram pouco mais de 61 mil notificações da doença no estado, contra cerca de 14 mil em igual período neste ano. O número de mortes também caiu ao comparar os períodos - 36 em 2012 e 24 em 2013. Dos casos graves registrados, foram 217 durante todo o ano de 2012, e 51 neste ano.

Ainda assim, a preocupação continua. "Nós temos os quatro tipos de vírus da dengue circulando no estado e muitos dos óbitos foi pelo tipo 3 da doença. Isso é um motivo de alerta, assim como a condição climática de verão, com sol e chuvas esparsas", aponta a diretora de Controle de Doenças e Agravos, Roselene Hans.
Todos os profissionais da rede de assistência à saúde devem passar também por nova capacitação, que vai orientar sobre a doença e a nova classificação adotada  pela Organização Mundial da Saúde. "Essencialmente, a dengue passa a ser dividida em 'grave' e 'sem estado de alerta'. São novos protocolos de notificação", detalha a diretora.


Além da capacitação, uma campanha focada em conscientizar as pessoas para a necessidade de manter os reservatórios de água fechados também faz parte do plano de contingência da doença. O objetivo é diminuir em 10% o número de casos de dengue no estado de um ano para o outro.



Os municípios que estão com risco de surto, de acordo com a Secretaria de Saúde, são: Abreu e Lima, Araçoiaba, Camaragibe, Chã Grande, Glória do Goitá, Jaboatão dos Guarapes, São Lourenço da Mata, Casinhas, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa do Carro, Lagoa do Itaenga, Nazaré da Mata, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Gameleira, Palmares, Primavera, Agrestina, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Cachoeirinha, Cupira, Frei Miguelinho, Gravatá, Panelas, Poção, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São Joaquim do Monte, Taquaritinga do Norte, Bom Conselho, Caetés, Garanhuns, Jucati, São João, Terezinha, Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Jatobá, Pedra, Sertânia, Tupanatinga, Venturosa, Bodocó, Ipubi, Santa Cruz, Afogados da Ingazeira, Brejinho, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tuparetama, Betânia, Calumbi, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada, Aliança, Condado, Ferreiros, Itambé e Macaparana.

Fonte  G1.