Pages

terça-feira, 27 de maio de 2014

Décima plenária do Pernambuco 14 confirma sucesso do projeto


Mobilizadas pela busca do desenvolvimento da Mata Norte, cerca de 2 mil pessoas se reuniram na noite desta segunda-feira (26), no auditório do colégio Damas Santa Cristina, para a décima plenária do Pernambuco 14. A população entregou ao pré-candidato a governador, Armando Monteiro (PTB), e ao pré-candidato ao Senado, deputado federal João Paulo (PT), propostas que farão parte do futuro programa de governo.

No evento, Armando também foi informado de que em breve receberá o título de cidadão de Nazaré da Mata. Projeto de autoria conjunta dos vereadores Léo Teobaldo (PTB) e Alexandre Abdon (PSD) foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.

Temas como saúde, qualificação profissional, educação e geração de empregos foram debatidos ao longo da plenária. A moradora Rozeane Barbosa foi uma das participantes e falou sobre a necessidade do aumento da oferta de trabalho. “A oportunidade não deve ser oferecida somente aos jovens, mas também a quem tem experiência e precisa aumentar sua renda. Não quero ter que ir para a capital para conseguir um emprego”, afirmou.

Outro participante, o escriturário Sérgio Gaspar, trouxe a saúde para o debate. “A gente deveria ter um ambulatório de especialidades médicas, um atendimento móvel, diminuindo o fluxo para a capital. Precisamos de uma melhor distribuição de especialidades por região. O povo precisa ter consciência de que sem as verbas federais é quase impossível fazer a saúde funcionar”.

O prefeito de Nazaré da Mata, Egrinaldo Coutinho (PTB), ressaltou a importância do projeto e a situação da região no contexto pernambucano. “Na Mata Norte, o desenvolvimento não foi interiorizado verdadeiramente. Há o polo de Goiana, mas o restante ficou esquecido. Precisamos pensar na educação dos nossos jovens, na qualificação profissional. Temos problemas sociais que eu vejo que com o Pernambuco 14 e com as ideias, juntando esse povo, buscando o anseio popular e inserindo no plano de governo, é a melhor forma de entender as pessoas, o que elas dizem e como pensam no futuro. Começou muito bem, é por aí que Pernambuco vai crescer.”

Animado com o número expressivo de participantes, Armando Monteiro ressaltou a importância da presença do povo na construção do programa de governo para o Estado. Ele ressaltou que as propostas para Pernambuco não devem ser exclusividade de técnicos. “A construção do nosso programa de governo, pelo respeito ao povo de Pernambuco, deve ser feita de uma outra forma. Vamos primeiro ouvir a sociedade, todos os seus segmentos, qual a indicação das prioridades que vamos receber de todas as regiões de Pernambuco.”

“Vamos fazer um bom debate, aprendendo no diálogo, caminhando pelo Estado. Não estamos fazendo isso agora, na véspera da eleição. Já visitei, depois que me elegi senador, 165 municípios de Pernambuco. Uma coisa é o relatório técnico, outra coisa é ver os problemas, ouvir o depoimento do pequeno agricultor, ver o efeito da seca que se abateu em Pernambuco, tudo isso vai aprendendo na medida em que se anda e se caminha”.

Crédito da foto: Alexandre Albuquerque/divulgação.

0 comentários:

Postar um comentário