Pages

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Campanha estimula doação de leite materno; número de doadoras caiu no ano passado

Pref. Ponta Grossa (PR)
Depois de perder, em 2013, número considerável de mães doadoras, o Brasil inicia nova campanha para arrecadar leite humano. A meta é receber 15% a mais para aumentar a quantidade de bebês beneficiados. Qualquer mulher saudável que esteja em período de amamentação pode doar para recém-nascidos com mães que não conseguem produzir o leite.

slogan da campanha é “Quando você doa leite materno, doa vida para o bebê e força para a mãe”. Os bancos de leite são as principais iniciativas brasileiras para a redução da mortalidade infantil. O leite materno é alimento indispensável nos primeiros meses de vida dos bebês. Ele é responsável pela qualidade de vida e pela defesa imunológica das crianças contra uma série de doenças. Cada litro de leite pode alimentar até 10 recém-nascidos internados por desnutrição.
Para a coleta do leite, a mãe pode usar frascos de plástico esterilizados com água quente por 15 minutos. O leite coletado pode ser guardado (congelado) por no máximo 10 dias. As doadoras podem entregá-lo em uma unidade do Banco de Leite Humano ou solicitar que uma equipe vá retirá-lo em casa. O Corpo de Bombeiros também pode ser acionado para receber a doação.
Números
Nos últimos anos, houve crescimento de 27% no número de doadoras. Mas, em 2013, a quantidade de voluntárias caiu de 179.113 para 159.592. Mesmo assim, houve um aumento de 12% no total de recém-nascidos atendidos.

Fonte : CNM.

0 comentários:

Postar um comentário