Pages

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ettore diz que Dilma não tem credibilidade moral

Socialista diz que João Paulo "mente" ao dizer que a obra é federal (Foto: Marina Mahmood)














Nada como uma nova polêmica para atear fogo no debate no político-administrativo-eleitoral (se isso realmente é possível) pernambucano. Após o deputado federal João Paulo (PT) ter classificado, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, como atitude pequena do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), a de ter adiado a entrega da Via Mangue – com provável objetivo de esvaziar a vinda da presidente Dilma Rousseff (PT) no próximo dia 3, o prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PSB), saiu em defesa do correligionário. E, para não perder a viagem, bateu, nos dois petistas.
“A atitude pequena é a presidente de querer vir a Pernambuco para fazer campanha eleitoral nas obras dos outros. Atitude pequena é ela se apropriar dos recursos dos município, é deixar de governar para fazer campanha. É uma governante que está sem credibilidade moral e política para dirigir o País”, sapecou, com acidez, Ettore Labanca.
O prefeito de São Lourenço da Mata também fez questão de frisar que o deputado federal João Paulo “mente” ao afirmar que a Via Mangue é uma obra federal, uma vez que ela possui uma fatia considerável financiada pela Caixa Econômica Federal (CEF).
“João Paulo sabe da verdade.  A prefeitura vai pagar a Caixa Econômica. Será Geraldo Julio que vai pagar essa conta”, destacou Labanca, ressaltando que esse o comportamento do petista é fruto de um suposto desespero eleitoral. “Ele sabe que Eduardo Campos tem aprovação suficiente para eleger o seu sucessor  e o senador nas eleições deste ano”, afirmou.
O deputado federal João Paulo concorre no pleito deste ano contra o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) a vaga que Pernambuco tem direito no Senado.
Fonte : Blog da Folha de PE.

0 comentários:

Postar um comentário