Pages

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Banco do Brasil de Jaboatão Centro é interditado pelo Procon



O Procon de Jaboatão interditou a segunda agência do Banco do Brasil da cidade em menos de 30 dias. Desta vez, foi a unidde do Banco do Brasil do bairro de Jaboatão Centro, localizada na praça Nossa Senhora do Rosário. A primeira agência do BB fechada foi a da Avenida Bernardo Vieira de Melo, em Piedade. Ambas unidades desrespeitaram a lei municipal de número 395/2010, conhecida como "lei das filas". A norma determina que os usuários devam ser atendidos em até quinze minutos, a contar da impressão do bilhete. Em períodos sazonais, como vésperas de feriados e início de mês, o tempo é de até 30 minutos.  

A agência ficará interditada durante 48 horas. Será aplicada ainda uma multa no valor de R$ 160 mil."Nossos fiscais estiveram nessa agência e constataram que o tempo de atendimento para clientes preferenciais era maior do que o exigido pela lei. Além disso, constatamos que as máquinas de emissão de bilhetes, que contem a senha com a hora exata e data da sua impressão estava quebrada. Só está unidade possui sete reincidências, de 2011 até hoje", afirmou a secretária de Defesa do Consumidor de Jaboatão dos Guararapes, Débora Albuquerque.

Iniciada no mês de março, as fiscalizações do Procon de Jaboatão dos Guararapes às agências bancárias do município já vistoriou 19 unidades, das 22 existentes. A meta do Governo Municipal é que até o fim de abril, todas as instituições financeiras da cidade sejam fiscalizadas. Entre as empresas que tiveram seus serviços suspensos, o Itaú (Jaboatão Centro, Prazeres e Piedade), Banco do Brasil (Piedade e Jaboatão Centro), Caixa Econômica Federal (Cavaleiro), Bradesco (Prazeres) e Santander (Piedade).
 
Serviço

Para solicitar o serviço do Procon de Jaboatão dos Guararapes, o consumidor deve entrar em contato pelos números 3476-2951 e 3476.2912. O órgão está localizado na Rua Emiliano Ribeiro, nº 389, em Piedade e realiza atendimentos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


0 comentários:

Postar um comentário