Pages

sexta-feira, 20 de junho de 2014

PSOL oficializa candidatura de Zé Gomes e promete governo com participação popular



Foto: Enzo Giaquinto/divulgação

Foto: Enzo Giaquinto/divulgação
O PSOL homologou na noite dessa quinta-feira (19) a candidatura de Zé Gomes Neto ao Governo de Pernambuco, em convenção realizada na sede do Movimento de Trabalhadores cristãos (MTC). Zé Gomes terá Viviane Benevides (PMN) como vice e Albanise Pires (PSOL) vai disputar o Senado. A coligação entre o PSOL e o PMN será chamada de Mobilização por Poder Popular.
Durante a campanha, o PSOL vai apostar na defesa da participação popular. O partido vai criar o seu próprio modelo de consulta popular para formulação do plano de governo, chamado de “Diálogos Pernambucanos”. A ideia rivaliza com a Agenda 40 de Paulo Câmara (PSB) e o Pernambuco 14 de Armando Monteiro Neto (PTB).
O plano de governo será montado a partir de julho em debates temáticos e regionalizados e utilizando plataforma online. O agora candidato ainda prometeu ampliar os espaços de participação popular no governo através de conselhos e conferências.
“As manifestações de junho de 2013 deixaram para nós a tarefa concreta de uma reforma profunda no Estado brasileiro, que dê conta da necessidade de uma democracia participativa, com mecanismos de consulta e participação da população”, defendeu Zé Gomes, durante o ato.
“Precisamos em Pernambuco estabelecer um debate sobre crescimento econômico, que não significou desenvolvimento social. Nos últimos anos o Estado cresceu economicamente, mas temos um caos social. Os índices sociais são os piores entre os estados brasileiros. Só uma coisa pode fazer as coisas melhorarem: a nossa disposição de construirmos a possibilidade de poder popular no Estado”, criticou.
A convenção também oficializou os candidatos das duas legendas para deputado federal e estadual. A prioridade é tentar eleger Edilson Silva (PSOL), que quase venceu para vereador do Recife em 2012.
Fonte :Blog de Jamildo.

0 comentários:

Postar um comentário