Pages

segunda-feira, 2 de junho de 2014

João Paulo abre em relação a Fernando Bezerra

Por Ricardo Dantas Barreto

Da Folha de Pernambuco

Os eleitores pernambucanos foram questionados pelo Ibope sobre quem querem no Senado, e o deputado federal João Paulo (PT) ficou na primeira colocação, com 40% das intenções de voto, enquanto o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) obteve 18% da preferência. Outra pré-candidatura posta no levantamento foi a de Albanise Pires (PSOL), que tem 2%. A mostra aponta que 19% do eleitorado vota em branco ou nulo e 21% não sabe ou não respondeu.
Os percentuais ressaltam o reconhecimento que João Paulo consegue atrair por ter sido prefeito do Recife. Na Capital, ele aparece com 47%, enquanto Bezerra tem 14%. Na periferia, o petista obtém 53%, contra 9% do socialista. No Interior pernambucano, onde o pré-candidato do PSB exerce mais influência, a diferença é menor. João Paulo lidera com 32% e Bezerra tem 24%. Quanto ao nível de renda, a maior distância entre os dois se dá entre quem ganha um salário mínimo (39% a 14%) e a menor é na faixa acima de dois mínimos até cinco (44% a 21%).
João Paulo também é bem cotado junto ao eleitorado que cursou da 5ª à 8ª série, pois 46% dos pesquisados disseram que votam nele. Outros 38% dos que fizeram o Ensino Médio preferem o petista, mas 23% revelaram opção por Bezerra Coelho para o Senado. Extratificando por sexo, 42% dos homens e 39% das mulheres querem o deputado na Casa Alta, enquanto o ex-ministro aparece com 20% e 16%, respectivamente. João Paulo ainda tem a maioria dos votos (49%) dos eleitores de 45 a 54 anos, ficando o socialista com 14%. A melhor situação de Bezerra é na faixa dos 16 aos 24 anos, pois o pré-candidato do PT é o preferido para 33% e ele alcança 25%.
ALIADOS
Por ser apoiado pela presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, João Paulo tem suas intenções de votos acrescidas para 53%. Fernando Bezerra Coelho também aumenta seu percentual para 22%, quando os eleitores são informados de que o ex-governador Eduardo Campos está ao seu lado.

Na Capital, o petista fica com 48% (um ponto a mais que no cenário onde os aliados não são citados), enquanto o socialista vai para 17% (três pontos a mais). Na periferia, João Paulo cai um ponto, ficando com 52%, e seu principal concorrente vai a 15%. Por outro lado, o deputado amplia as intenções de voto no Interior, passando a ter 56%. O ex-ministro sobe para 27%.
Fonte : Blog da Folha de PE.

0 comentários:

Postar um comentário