Pages

terça-feira, 3 de junho de 2014

Blitz dos semáforos orientou moradores sobre o Trabalho Infantil, nesta terça (3)

Com o intuito de orientar os são lourencenses sobre a proibição do Trabalho Infantil, a Secretaria de Assistência Social movimentou na manhã desta terça-feira (3) uma blitz nos principais semáforos da Avenida Doutor Francisco Correia, no centro comercial do município. A ação, aberta às 9 horas, integrou a Diretoria de Proteção Básica, o Conselho da Criança e do Adolescente, além do Serviço de Fortalecimento de Vínculos.
De acordo com a diretora de Proteção Especial, Valquíria Silva, a blitz consiste no Dia “D” de sensibilização na cidade. “A iniciativa é alusiva ao dia 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A intenção é que essa ação seja contínua dentro da pasta para buscar, de todas as formas, conscientizar a população sobre essa temática. Além disso, inserir esse público-alvo dentro dos programas da Assistência Social e de outras politicas públicas para que o direito deles não seja violado”, explicou.
Ainda segundo ela, durante o período da Copa do Mundo de 2014, será ofertado um Espaço de Proteção para as crianças e adolescentes que estejam em situação de trabalho infantil ou outro tipo de vulnerabilidade social. O acolhimento, que será realizado no Centro da Juventude (CJ), localizado em frente ao Corpo de Bombeiros, funcionará nos dias em que a Arena Pernambuco sediar os jogos do mundial e também nas datas marcadas para a seleção do Brasil entrar em campo.
Para a coordenadora do Centro da Juventude (CJ), Ana Cláudia, a realização da blitz foi muito importante. “É preciso que a população entenda que o Trabalho Infantil é crime. Assim, a prática não será banalizada. A Prefeitura tem o objetivo de reverter essa situação a nível social. Criança tem que estar ocupada através da educação, esporte e cultura. Essa mobilização chega para fortalecer o direito delas”, pontuou. A moradora da cidade, Gisele do Nascimento, também ressaltou o desenvolvimento desse projeto. “Achei muito boa essa ação. É oportunidade para que todos possam ver que isso é crime e tenham mais conscientização”.
Fonte :Redação-SECOM.

0 comentários:

Postar um comentário