Pages

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Oficina está capacitando profissionais sobre o atendimento ao idoso

Para fortalecer o atendimento ao público da terceira idade, a Secretaria de Assistência Social, em conjunto com os Conselhos Municipal e Estadual do Idoso, abriu na manhã desta segunda-feira (9) a primeira oficina para capacitar conselheiros, técnicos e instituições. O encontro segue durante todo o dia no Centro Social Urbano (CSU) e terá continuidade nesta terça-feira (10), no turno da manhã. O objetivo é discutir políticas públicas, além da importância do trabalho da rede e dos avanços e desafios.
A solenidade foi aberta pela presidente do Conselho Municipal do Idoso, Glauce Cavalcanti, que falou do objetivo da oficina e da participação de todos para a intersetorialidade do atendimento. “Essa é a primeira oficina de uma sequencia de ações que será desenvolvida com o eixo central da qualificação de todos os técnicos da Assistência Social que trabalham com o idoso, fortalecendo e efetivando ações na perspectiva da garantia da defesa da pessoa idosa no município”, afirmou.
A programação contou, no turno da manhã, com a discussão sobre Política Nacional do Idoso: Legislação, realizada pela assistente social, Náiade Melo, e a explicação do Estatuto do Idoso, feita pela coordenadora do Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS), Jéssica Alline. O ponto alto da oficina está marcado para as 15 horas, onde haverá a palestra da Superintendente Estadual de Apoio à Pessoa Idosa e também presidente do Conselho Estadual do Idoso, Niedja Guimarães.
Já na terça-feira (10), será movimentado, a partir das 8h30, a apresentação do Conselho Municipal do Idoso, que falará sobre avanços e desafios. Também será explicada pela Coordenadoria do Idoso a importância do trabalho em rede para a garantia dos direitos das pessoas idosas de São Lourenço da Mata.
Participam da oficina representantes do CREAS Regional, do Centro de Referência da Assistência Social de Beira Rio, Matriz da Luz e Tiúma, da Igreja Episcopal, grupo Vitória e Esperança, Conselho da Pessoa com Deficiência, Departamento Jurídico da Assistência Social, Secretaria da Mulher, Fundação de Apoio da Pessoa com Deficiência do Parque Capibaribe (Fundeparque) e da Polícia Militar.
Fonte :Redação-SECOM.

0 comentários:

Postar um comentário