Pages

terça-feira, 5 de novembro de 2013

V Conferência de Saúde debateu o sistema municipal

Com auditório lotado de profissionais e representantes da sociedade civil que desejavam levar ideias e sugestões para o sistema de saúde municipal, a Secretaria de Saúde abriu na manhã desta terça-feira (5) sua V Conferência, na Igreja dos Mórmons. A programação, que seguiu durante todo o dia, discutiu como tema central o “Fortalecimento do SUS” e, dentro dessa temática, cinco eixos foram trabalhados, de onde as propostas advindas serão analisadas e, se cabíveis à realidade da cidade, serão colocadas na programação anual da pasta no próximo ano.
Durante a solenidade, o gerente da I Gerência Regional de Saúde (GERES), Marcelo Ferreira Lima, falou da importância que São Lourenço da Mata tem na política de saúde, pois abriga metade da população atendida na regional. “A saúde necessita de reuniões frequentes para avaliar os acertos e os erros, e consertar o que precisa ser mudado para trazer mais frutos para a cidade. Temos que tratar o SUS como uma conquista popular, 100% da população brasileira usa o sistema”, afirmou.
Ainda de acordo com Lima, o trabalho tem que ser focado no melhor acesso ao serviço humanizado, que passe do individual ao coletivo, tanto para os pacientes como para os profissionais, o que vai colocar o município em um patamar melhor do que já se encontra na vigilância de saúde.
O prefeito em exercício, José Leopoldo, ressaltou o respeito com que a prefeitura trata essa área no município. “A gestão vem dando cara diferente a saúde. Isso vem sendo feito também em aliança com o Governo para levar mais qualidade para a vida das pessoas. Saúde e educação são importantes, e vocês do setor sabem das dificuldades desse trabalho, que vem sendo desempenhado muito bem pela pasta”, pontuou.
Já o Secretário de Saúde, Claúdio Falcão, aproveitou a ocasião para mostrar a importância desse encontro, que é um marco no município e chega para compartilhar ideias, críticas e propostas. “A Secretaria de Saúde está sempre ouvindo a população. Sempre exaltamos o trabalho em grupo, e hoje aqui é uma oportunidade para escutar propostas que possam ser colocadas em prática o mais breve possível. O SUS é uma realidade e temos que fazer por onde o consolidarmos”, disse.
Após a abertura inicial, o secretário fez uma apresentação sobre a organização do sistema de saúde da cidade, mostrando a estrutura que compõe a rede: 25 equipes de Saúde da Família, 11 equipes de saúde bucal, um CAPS, o Centro de Reabilitação e Fisioterapia, o Centro de Testagem e Aconselhamento, Hospital e Maternidade 24 horas, UPA, laboratório municipal, Centro de Especialidades, Centro Médico Odontológico, Centro de Vigilância Animal e uma residência terapêutica.
Ao final da Conferência foram eleitos 24 delegados, e a síntese de cada proposta apresentada pelos participantes.

Publicado em 05/11/2013 por Redação-SECOM/

0 comentários:

Postar um comentário