Pages

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Ettore: “Ninguém é louco de entrar na confusão do PT”

A acusação, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7,  feita pelo ex-vereador Dilson Peixoto, de interferência de membros do PSB no PED do PT, não ficou sem resposta. Indignado com a declaração do petista, o prefeito de São Lourenço da Mata, Ettore Labanca (PSB), da chamada cozinha do governador Eduardo Campos (PSB), procurou o Blog da Folha para negar qualquer tipo de ação do seu partido para mudar o resultado do pleito interno do PT. E o gestor, ao seu estilo, não mediu críticas a Peixoto e às lideranças principais petistas (o senador Humberto Costa e o deputado federal João Paulo) que apoiaram a candidatura do advogado Bruno Ribeiro contra a deputada Teresa Leitão.
“Dilson Peixoto, Humberto Costa e João Paulo precisam ter responsabilidade com a condução partidária. Ninguém é louco de entrar na confusão do PT. O PSB jamais se meteria na eleição interna deles. O ‘senhor Dilson Peixoto’ precisa mesmo é deixar de ser frouxo e assumir a sua responsabilidade”, bateu Ettore Labanca.
O ex-vereador petista afirmou que o seu grupo possui provas, incluindo fotografias, da suposta participação de membros do PSB no PED realizado em municípios do Interior do Estado. Dilson Peixoto citou a votação ocorrida em Aliança, na Mata Norte, como um dos prováveis casos de interferência.
Ao logo de toda a campanha que antecedeu a votação do PED, realizada no último domingo, membros do bloco que sustentou a candidatura de Bruno Ribeiro acusaram integrantes da ala concorrente de trabalharem em favor de interesses externos, leia-se do PSB. O presidente do PT recifense, Oscar Barreto, inclusive, foi acusado de infidelidade partidário no meio da disputa.
Fonte :Blog da Folha de PE.

0 comentários:

Postar um comentário