Pages

sábado, 24 de agosto de 2013

Municípios podem aderir a ações que valorizem políticas para a juventude

Elza Fiura/ABrElza Fiura/ABr
Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM) a aprovação do Estatuto da Juventude foi um importante passo para consolidação da Política Nacional de Juventude, bem como para a construção do Sistema Nacional de Juventude.

De acordo com o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) do ano de 2010, os jovens representam quase 27% do total da população. A juventude é entendida como uma condição social, representada por uma faixa-etária, com a idade compreendida entre 15 e os 29 anos. Esse contingente populacional tem chamado atenção, e várias políticas públicas são desenvolvidas para inserir e contemplar as demandas desse público.
Recentemente a Secretaria Nacional de Juventude lançou o Programa Estação Juventude. O edital do programa está aberto no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv). Esse programa visa ampliar o acesso de jovens a políticas, programas e ações relacionadas a juventude que estejam ligadas a outras políticas, como, assistência social, trabalho, saúde, esporte, entre outros.
Valorização e inclusão da juventude
Fortalecer o processo de criação e fomentação de forma que proporcionem a autonomia desses jovens, para que eles possam contribuir com o desenvolvimento de seus Municípios também é foco do programa. A CNM reconhece a importância de ações de valorização e inclusão da juventude, pois essas podem contribuir diretamente com o desenvolvimento social de suas comunidades.
Contrapartidas
Banco CentralBanco Central
Porém a Confederação chama a atenção que para a criação dessa Estação Juventude são necessários ao menos dois profissionais para atender esses jovens e encaminhá-los para alguma atividade.
E destaca ainda, que é exigida uma contrapartida financeira dos Municípios, que vai de 2% até 20% do valor total do programa, que é calculada de acordo com o a quantidade de habitantes do Município.
Acesse aqui o edital.
Fonte :CNM.

0 comentários:

Postar um comentário