Pages

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Arena Pernambuco terá primeiro sistema de geração de energia solar fotovoltaica

Sistema custou R$ 10 milhões e terá capacidade para suprir 30% da energia consumida no estádio. Foto: Divulgação/Celpe



O primeiro sistema de geração solar fotovoltaico do estado será inaugurado na Itaipava Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, nesta quarta-feira. A unidade - que custou R$ 10 milhões - será responsável por suprir até 30% da energia consumida pelo estádio que sediará a Copa de 2014. O empreendimento é resultado da parceria entre o Grupo Neoenergia, por meio da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), e a Odebrecht. 

A Usina Solar São Lourenço tem potência instalada de 1 megawatt pico (MW/p), capacidade suficiente para gerar 1.500 MW/h por ano, o que equivale ao consumo de seis mil habitantes. Situada em um terreno de 15 mil metros quadrados, anexo à Arena, a instalação da usina solar faz parte de um projeto estratégico da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e posteriormente estará aberta para visitação ao público.  

Os 3.652 painéis solares fotovoltaicos, que compõem o sistema, captam a luz emitida pelo sol e a convertem em energia elétrica. Inversores realizam a adequação da energia gerada na tradicionalmente utilizada pelas indústrias e residências. A energia produzida é entregue ao sistema elétrico do estádio e o que não for utilizado pela arena será injetado na rede de distribuição da Celpe. Além do aproveitamento de uma fonte renovável, os sistemas de geração solar reduzem perdas por transmissão e distribuição, uma vez que a energia é consumida no local em que é produzida.

No Brasil, além da Itaipava Arena Pernambuco, o Maracanã e o Mineirão instalaram placas solares. Entre os estádios antigos, apenas o Pituaçu, em Salvador, possui uma iniciativa semelhante também desenvolvida pelo Grupo Neoenergia. Outros exemplos no mundo são as arenas Qwest Field, em Seattle, e o AT&T Park, em São Francisco, ambos nos Estados Unidos, e ainda e o Easy Credit Stadium, em Nurenberg, na Alemanha.

Fonte :Com informações da comunicação da Celpe.

0 comentários:

Postar um comentário