quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Câmara aprova texto-base da MP Casa Verde e Amarela

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (3), o texto-base da MP (Medida Provisória) 996/2020, que institui o programa habitacional Casa Verde e Amarela em substituição ao Minha Casa, Minha Vida.

A medida foi aprovada por 367 votos a 7. Ainda serão analisados os destaques.

Botão para controlar o volume da publicidade

Leia mais: Veja as diferenças entre Casa Verde e Amarela e Minha Casa Minha Vida

O relator da MP, deputado federal Isnaldo Bulhões Jr. (MDB-AL), recebeu mais de 500 emendas.

Entre as principais mudanças, estão tratamento diferenciado a classes mais vulneráveis, inserção de pequenos empreendedores e entidades sem fins lucrativos, medidas de transparência sobre a execução física e orçamentária do programa, necessidade de incorporação de novidades tecnológicas nos empreendimentos e facilidade de doação de bens imóveis da União para políticas públicas de habitação, dando preferência a projetos que gerem maior número de unidades, e não por contrapartida pecuniária.

A oposição tentou, antes da aprovação, obstruir o processo de votação porque considera a medida um retrocesso cem relação às políticas de financiamento habitacional do Minha Casa Minha Vida.

Veja também: Casa Verde e Amarela terá financiamento com juros de 4,25%

MP
Entre os objetivos do governo federal com o programa, estão melhorar a qualidade e aumentar a quantidade das moradias existentes no país. Vão poder aderir ao financiamento famílias de áreas urbanas com salário mensal de até R$ 7 mil ou de até R$ 84 mil anuais para moradores de áreas rurais.

Fonte:  *Com informações da Agência Câmara.

Paulo Câmara comemora redução nos roubos e furtos no Estado

 


O governador Paulo Câmara participou, nesta quinta-feira (03.12), de reunião do Pacto Pela Vida (PPV), na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado (Seplag). No encontro, foram analisados os números referentes a novembro deste ano.

O Estado divulgou o 39º mês consecutivo de redução nos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs).

A divulgação completa dos dados será feita na próxima terça-feira (15) pela Secretaria de Defesa Social (SDS).

“Sabemos que 2020 foi um ano atípico, de pandemia, em que a gente teve que se concentrar na proteção da vida da população, mas não faltou esforço e dedicação nas políticas do Pacto Pela Vida. A gente fez uma determinação a todas as equipes envolvidas para que trabalhem muito em dezembro, porque é fundamental continuar nesta redução que já ocorreu em novembro. Assim, poderemos começar 2021 com toda a disposição para termos um ano pacífico, que possa trazer cada vez mais segurança à população de Pernambuco”, disse Paulo Câmara.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, a situação de calamidade imposta pela Covid-19 afetou diretamente a área da segurança pública, mas, através da integração das equipes do Pacto Pela Vida, foi possível avançar nos números e consolidar reduções significativas durante o ano.

“Fica a lição de que conseguimos nos reinventar em tão pouco tempo. Trabalhamos não somente com segurança pública, mas também atuando nas fiscalizações sanitárias, que foram de grande importância para a população pernambucana”, frisou Pádua.

Participaram da reunião os secretários estaduais Alexandre Rebelo (Planejamento e Gestão), Cloves Benevides (Política de Prevenção à Violência e às Drogas) e Marília Lins (Administração), além do secretário de Defesa Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti.

Fonte: Blog de Jamildo.

Resultados das votações estarão disponíveis até sexta-feira (4) no Portal do TSE

 Logo das Eleições 2020

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizará, até esta sexta-feira (4), os resultados das votações referentes ao segundo turno das Eleições Municipais de 2020 no Repositório de Dados Eleitorais (RDE) e na página de Estatísticas Eleitorais do Portal do TSE.

O RDE é uma compilação de informações brutas das eleições, voltada a pesquisadores, à imprensa e às pessoas interessadas em analisar dados relativos a eleitorado, candidaturas, resultados, partidos e prestação de contas, entre outros.

No campo “Resultados”, os arquivos estarão divididos em três categorias: Boletins de Urna (primeiro e segundo turno); resultados totalizados – que incluem arquivos de votação nominal, votação em partido/legenda e votação por seção eleitoral, todos por município e zona eleitoral; e correspondências efetivadas.

Fonte: TSE.

Está pintando o azarão

 

Se a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa fosse hoje, o trabalhista Álvaro Porto teria amplas chances de derrotar o presidente da Casa, Eriberto Medeiros (PP). Porto é, hoje, estuário da extrema insatisfação dos deputados queixosos da gestão e do estilo Eriberto. Não dado a nenhum esforço pessoal pelo exercício da ternura, Eriberto só teria hoje 18 votos.

Já Porto, que está despontando com pinta de azarão, contabiliza, no momento, 20 votos dentro do seu balaio, enquanto 11 estão indecisos. Historicamente, o indeciso tende, majoritariamente, a votar na oposição pelo acumulado de decepções com quem está no poder.

Eriberto conseguiu a façanha, em apenas dois anos, de desagradar gregos e troianos. Não tem pulso, não tem liderança e é, na verdade, subalterno a um governador fraco e incompetente, detentor da maior taxa de rejeição entre os chefes de Estado dos últimos 50 anos, chamado de Câmara lenta pelos próprios aliados. Eriberto não atende telefone nem mesmo dos próprios colegas de parlamento.

O poder, que imagina que detém, subiu à cabeça. Os deputados reclamam que nas eleições municipais Eriberto invadiu bases, usou até de coação para eleger 20 prefeitos e um filho vereador no Recife, atropelando aliados num estilo coronelesco nunca visto no parlamento. Nem Guilherme Uchoa, já morto, que teve seis mandatos de presidente num estilo também mais para Chico Heráclio, o famoso Coronel de Limoeiro, ousaria tanto.

Há quem questione o direito de Eriberto em disputar a reeleição, porque já foi reeleito em 2019, depois de ser eleito em 2018, ano da morte de Uchoa, após 30 dias de mandato tampão do então vice-presidente Cleiton Collins. Haverá consulta ao Judiciário, podendo ocorrer o mesmo que se deu na última reeleição de Uchoa.

Os indicativos são, portanto, de que Eriberto, se a Justiça permitir a segunda reeleição, entre enfraquecido e sofra uma acachapante derrota. Hoje, a sorte dele depende da caneta de um governador que só tem um aliado respeitado entre os deputados, que pode evitar a chegada do azarão Porto ao poder: o hábil secretário de Governo, José Neto. Os ventos na Casa Joaquim Nabuco sopram em direção a Álvaro Porto.

Vacina – A Câmara dos Deputados aprovou, ontem, a medida provisória que destinou R$ 1,99 bilhão para o Ministério da Saúde viabilizar a produção e/ou a aquisição de 100 milhões de doses da chamada "vacina de Oxford" contra o novo coronavírus. O texto segue agora para análise do Senado. A matéria precisa ser aprovada até esta quinta-feira (3) para não perder a validade. A proposta foi aprovada na Câmara em votação simbólica, sem a contagem de votos no painel.

PSB faz balanço – Após conseguir manter a Prefeitura do Recife e conquistar o comando de cidades importantes, o PSB faz reunião virtual do Diretório Nacional, no próximo dia 11, para avaliação das eleições municipais e das perspectivas do partido para o futuro. O encontro também servirá para deliberações sobre o XV Congresso Nacional da sigla. Ao todo, o PSB elegeu 252 prefeitos e 2.948 vereadores em todo o país. No segundo turno, conseguiu vitórias consideradas prioritárias no Recife e em Maceió com os deputados federais João Campos e João Henrique Caldas, respectivamente. Em contrapartida, o ex-governador Márcio França sofreu um novo revés, desta vez, para a Prefeitura de São Paulo.

Transição no Cabo – A equipe de transição de governo do Cabo de Santo Agostinho se reuniu com representantes da comissão de transição da nova gestão, ontem, para fazer a entrega de documentos com informações sobre a atual gestão. O processo prevê o princípio de transparência entre a atual e a próxima gestão municipal. Os demonstrativos foram entregues pelo coordenador da comissão de transição do governo municipal, Eli José de Paula, ao coordenador da equipe da nova gestão, José Arimateia. “Estamos cumprindo o que determina a Lei Complementar, entregando os dados solicitados pela nova gestão”, disse Eli José.

MEC recua – O Ministério da Educação (MEC) decidiu revogar a portaria que pedia que as universidades federais e particulares retornassem com aulas presenciais a partir de 4 de janeiro. A repercussão negativa entre instituições e especialistas que disseram que a medida era inconstitucional acabou fazendo o governo voltar atrás. O ministro Milton Ribeiro falou à CNN que não esperava tanta resistência. "Quero abrir uma consulta pública para ouvir o mundo acadêmico. As escolas não estavam preparadas, faltava planejamento", afirmou ao canal. "A sociedade está preocupada, quero ser sensível ao sentimento da população."

CURTAS

NORONHA – O Arquipélago de Fernando de Noronha teve o registro de quatro novos casos da Covid-19. A informação foi divulgada ontem, pela Administração da Ilha. Com a confirmação dos novos pacientes, subiu para 234 o número de infectados, desde o início da pandemia, em março. Os novos infectados são moradores e trabalhadores da ilha e cumprem quarentena em isolamento domiciliar. O governo local também confirmou 12 curas clínicas. Com isso, 185 pessoas foram diagnosticas com curadas e 49 permanecem em quarentena.

FÁTIMA – A apresentadora da TV Globo e namorada do deputado federal Túlio Gadelha (PDT), Fátima Bernardes, de 58 anos, revelou, ontem, em suas redes sociais, que foi diagnosticada com câncer de útero, após uma série de exames de rotina. A jornalista, no entanto, amenizou o peso da notícia, ao informar que a doença está em estágio inicial, mas que cará afastada do comando do Encontro por alguns dias.

Perguntar não ofende: O governador vai ter força para interferir na eleição da Alepe?

Fonte: Blog do Magno Martins.


MPCO emite recomendações conjuntas para contratações por OSS

 


O Ministério Público de Contas, o Ministério Público Federal e o Ministério Público do Trabalho no Estado expediram, na última terça-feira (1º), recomendações conjuntas ao Poder Público para que passe a cumprir medidas de transparência e possibilite a fiscalização dos pagamentos de profissionais contratados por organizações sociais de saúde (OSS).

A recomendação ao secretário de Saúde do Estado, André Longo, e aos secretários de Saúde dos municípios pernambucanos, foi no sentido de que orientem as administrações públicas para regularizar contratações de médicos e outros colaboradores por meio de entidades do terceiro setor de saúde. Foi estabelecido que essas organizações retenham uma série de documentos, incluindo controles de ponto, cópia dos processos seletivos e recibos de pagamentos de autônomos.

A gestão pública deverá, também, exigir das OSS, ou de quaisquer entidades do terceiro setor, o desenvolvimento de sistemas informatizados com facilidade de acesso, tratamento, gestão e compartilhamento dos dados com os órgãos de controle e fiscalização. Todas as informações deverão ser disponibilizadas no portal de transparência da instituição contratada.

A ação dos órgãos ministeriais é um dos desdobramentos da fiscalização dos contratos de gestão firmados pelos municípios com organizações sociais de saúde no contexto da pandemia. Em setembro deste ano, a Polícia Federal deflagrou a Operação Desumano, que apura possível organização criminosa voltada ao direcionamento de contratação de OSS para a prestação de serviços em hospitais de campanha criados para o combate da Covid-19 nos municípios do Recife e de Jaboatão dos Guararapes.

A operação também investiga a contratação de profissionais de saúde por meio da prática denominada de “pejotização”, além de indícios de desvio de recursos públicos federais por meio da contratação de empresas de “fachada” para justificar os supostos gastos na execução dos contratos de gestão celebrados pelo Instituto Humanize de Assistência e Responsabilidade Social.

Os documentos são assinados pela procuradora-geral do MPCO, Germana Laureano, pelos procuradores da República, Silvia Regina Lopes e Cláudio Henrique Dias, e pelos procuradores do Trabalho, Rogério Wanderley, Lívia Viana de Arruda, Maria Roberta da Rocha e Ulisses Dias de Carvalho. 

O prazo para que o Ministério Público seja informado sobre o acatamento ou não da recomendação é de 10 dias. Se descumpridas as providências sem a devida justificativa, poderão ser adotadas as medidas administrativas e judiciais cabíveis.

Confira a íntegra da recomendação 📄

Fonte: TCE-PE.

"Somos todos Siqueira", sinalizam socialistas às vésperas do Congresso

Não só a reunião do Diretório Nacional do PSB está batendo à porta - será no próximo dia 11 - como um dos itens da pauta é o XV Congresso Nacional do partido. O Congresso teria o objetivo de eleger nova direção da legenda ou renovar a atual. Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira foi reconduzido em 2018. Leia-se: o Congresso, marcado originalmente para março de 2021, marcaria o encerramento dos três anos de mandato dele. Em função disso, já começaram a circular rumores nos bastidores de eventual mudança no comando nacional, em função também da rearrumação provocada pela eleição municipal. Em outras palavras, ganha eco, nas coxias do PSB e também na voz de aliados da sigla, uma hipótese de o prefeito do Recife, Geraldo Julio, também prestes a encerrar seu mandato, vir a comandar a legenda nacionalmente. Ontem, em entrevista à Rádio Folha FM 96,7, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, fez uma projeção sobre o futuro político do prefeito do Recife e citou, por mais de uma vez, o papel nacional que Geraldo pode assumir: "Geraldo vai continuar tendo um papel muito importante na Frente Popular, vai poder se dedicar mais ao PSB nacional". Sileno ainda acrescentou: "Como liderado dele, a gente torce que ele se incorpore a um papel que possa efetivamente ajudar na construção aqui em Pernambuco e no Brasil”.

Se uma ala, em conversas reservadas, aposta nas chances de Geraldo virar presidente nacional, outra argumenta que esse não seria o caminho ideal para o gestor, que deve começar a trabalhar um projeto majoritário para 2022. Desse conjunto, uma fonte, em reserva, sublinha à coluna: "Somos todos Carlos Siqueira de novo". Siqueira está à frente do partido desde 2014, ano que em o acidente aéreo vitimou o ex-governador Eduardo Campos. Conhecido pelo enfrentamento de questões delicadas sem que tenha figurado como parte do processo, caso da expulsão de 13 deputados, é também um nome que fica acima de questões regionais e que, sem planos eleitorais, não concorre com correligionários. O Congresso Nacional do PSB deve ser adiado, segundo entendimento interno já latente, para o final do ano que vem em função da pandemia da Covid-19. E é disso, entre outras coisas, que deve se ocupar a reunião do Diretório Nacional no próximo dia 11, já permeada pela sucessão.

Presidência do psb-pe no radar
Se correm especulações sobre Geraldo Julio assumir a presidência nacional do PSB, em paralelo, também há bolsa de apostas dando conta de que ele poderia substituir Sileno Guedes no comando da sigla no Estado. Motivo: seria uma forma de rodar Pernambuco e estar mais perto do cenário local, o que lhe daria musculatura para concorrer ao Governo do Estado em 2022.

Prorrogação > O último Congresso Estadual do PSB ocorreu em meados de 2017. O mandato também é de três anos. Este ano, em função da pandemia e da impossibilidade de cumprimento do calendário, a Resolução 005/2020 da Comissão Executiva Nacional definiu prorrogar os mandatos estaduais por mais um ano. 

Contraponto > levando em conta essa prorrogação, o mandato de Sileno Guedes estaria na iminência de vencer, o que reforça a tese de que o posto poderia também caber a Geraldo Julio. Há um contraponto sendo feito. Fala-se que a presidência estadual poderia acarretar desgaste por exigir o trato "do varejo", "do miúdo".

À mesa > O governador Paulo Câmara convocou reunião do secretariado para a noite de hoje.  O gestor deve reforçar pontos da agenda administrativa, tratar do próximo biênio, entre outros.

Fonte:  Folha de PE.

Eriberto Medeiros convoca eleição para Mesa Diretora da ALEPE


O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PP) convocou para amanhã, dia 4 de dezembro, a eleição para a Mesa Diretora da ALEPE para o segundo biênio 2021/2022. A convocação foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (02/12).

Candidato à reeleição, Eriberto Medeiros terá como oponente o deputado Álvaro Porto (PTB).

Além da presidência, estão em jogo outros seis postos de titulares (1ª e 2ª vice-presidências, e 1ª,2ª,3ª e 4ª secretárias, e 7 suplências.

Escrito por Wellington Ribeiro 

Fonte: Blog Ponto de Vista.

Eriberto Medeiros caminha para a reeleição na presidência da Alepe

Com a boa largada de votos dentro do próprio PP, o atual presidente da Assembleia, Eriberto Medeiros reúne condições suficiente para ser reconduzido ao cargo por mais dois anos. 

Ele fez entregas e ações durante os primeiros anos na presidente, a exemplo da TV Alepe. Um outro fator que ajuda muito Eriberto é ter um concorrente da Oposição, colocando o governador Paulo Câmara e seu staff para se posicionar. Ou ele faz isso e declara voto ao atual presidente ou poderá ter um problema sério de um da oposição assumir o comando do Poder Legislativo.

Por fim, seja esta semana seja no ano que vem, Eriberto Medeiros sai na frente com objetivo de passar mais um biênio no comando da Casa de Joaquim de Nabuco. 

CÉU DE BRIGADEIRO – O primeiro-secretário da Casa, deputado Clodoaldo Magalhães (PSB) vai para uma reeleição tranquilo sem promessa de bate-chapa até o momento. 

OPOSIÇÃO – Além de Álvaro Porto que não larga a ideia de brigar pela presidência, a deputada Alessandra Vieira (PSDB) disputará a quarta-secretaria posto deixado pelo próprio Álvaro. A oposição marcará seu território com essas candidaturas. 

TCU – A ministra Ana Arraes foi eleita ontem presidente do Tribunal de Contas da União. Ela vai suceder o também pernambucano José Múcio Monteiro. Arraes assume de fato a casa de contas no início do ano, enquanto seu conterrâneo está de saída para a aposentadoria.

RÁPIDAS 

PEGADO NO SERVIÇO  – O prefeito eleito do Recife, João Campos está numa semana cheia para concluir montagem da equipe, entrevistas e ainda conciliar com transição. 

LAGOA DO CARRO – A prefeita Judite Botafogo está num ritmo intenso de trabalho para fechar bem o ano. Ela disse: “eu preciso entregar para mim mesma uma gestão melhor de que recebi”. Ela será entrevistada hoje na TV Nova Nordeste. 

PINGA-FOGO: Quem são os 6 prefeitos eleitos que estão na berlinda para serem empossados?

Fonte: Blog de Elielson.

Posse de prefeito, vice e vereadores pode custar R$ 132 mil

Wikipedia.Wikipedia

Na tarde desta quarta-feira (2), foi entregue à Câmara Municipal do Recife um requerimento que pede a revogação de um pregão que tem como objetivo receber propostas de empresas para “prestação de serviços e locação de estrutura a fim de viabilizar a posse" dos vereadores, prefeito e vice-prefeita da capital pernambucana, com valor máximo de R$ 132 mil. Como o processo de licitação terá concorrência baseada no critério de menor preço, o valor final da compra pode ainda ser reduzido de acordo com as propostas das empresas que concorrerem. 

O convite para o pregão eletrônico que foi realizado na manhã desta quarta-feira (2) cita itens de luxo e, consequentemente, alto valor, como por exemplo “locação de cadeiras diferenciadas, em madeira e estilo colonial com estofamento costas e assento para composição da mesa de honra” e “serviço de decoração com design floral clássico incluindo flores naturais nobres, como lírios, rosas, lisianthus, orquídeas e astromélias”.

O documento que pede a revogação do pregão foi elaborado pela futura vereadora Liana Cirne, eleita pelo Partido dos Trabalhadores (PT) no último dia 15. No texto, ela justifica o pedido citando o alto valor global do pregão para a realização da cerimônia e a necessidade de, durante uma pandemia, mobilizar mais recursos para a saúde. 

“Considerando a ‘Situação de Emergência’ no Município do Recife, declarada pelo Decreto nº 33.511, de 15 de março de 2020, o interesse público não justifica gastos tão exorbitantes quanto os noticiados. No momento em que mais de 170 mil famílias brasileiras vivem o luto decorrente de terem perdido seus familiares para o coronavírus, tais gastos relativos à festividade luxuosa chegam a ferir a moralidade administrativa, que deve nortear todos os nossos atos, constituindo, portanto, ilegalidade”, diz um trecho do requerimento.

Procurada pelo LeiaJá, a presidência da Câmara Municipal do Recife respondeu por meio de nota que “A presidência da Câmara Municipal do Recife recebeu, nesta quarta-feira, representação assinada pela vereadora eleita. O pedido da futura parlamentar será encaminhado à Primeira Secretaria da Casa que, regimentalmente, é responsável por aquisições e licitações, como determina o organograma da Câmara. É, no entanto, pertinente informar à vereadora que irá assumir em janeiro, que ainda no início da pandemia a Câmara Municipal destinou mais de R$ 8 milhões às políticas públicas contra a Covid-19, além de ter reduzido o custeio da Casa durante todo o ano”.

Fonte:Leia Já.

Os caminhos de 2022

Durante o período eleitoral a oposição ao PSB que faz parte do centro-direita e direita propriamente dita, não souberam conviver harmoniosamente e nem tampouco tiveram a humildade de se unirem em torno de um único nome. Já se sabia que o campo seria bem votado, como de fato foi: Atingir 42% dos votos válidos no primeiro turno, não é tarefa fácil. Uma coisa é, portanto, conseguir essa porcentagem juntos e outra bem diferente, separados. 

Agora, o planejamento para 2022 quando está em jogo o governo do estado. Marília Arraes que disputou o cargo de prefeita do Recife acredita que cacifou-se para a disputa ao governo do estado. Teremos mais uma vez uma luta contra a direita ou pelo menos uma oposição mais a esquerda, caso Marília não consiga unir em torno de seu nome e ainda mais em torno do seu partido, o PT, quando estará em jogo a presidência da república? 

Dificilmente teremos união em torno do PT, pelo menos nesse campo, que tem vários pré-candidatos a presidente como João Doria (Pelo PSDB), Bolsonaro, o DEM pode lançar algum nome, Luciano Huck, Sérgio Moro. Essas são candidaturas a presidente que ainda vão se resolver lá em cima para poderem chegarem por aqui e conseguir com que uma ou duas candidaturas que vá enfrentar o PSB, que pelo andar da carruagem virá forte.

Em 2005 houve um projeto semelhante aqui. Tanto Eduardo Campos como Humberto Costa queriam tirar Jarbas e Mendonça do Governo do Estado que era comandado por eles desde 1999. Os dois saíram separados e vieram a se unir apenas no segundo turno derrotando Mendonça que era candidato a reeleição. O PSB já mostrou que sabe jogar e jogar bem. João Campos, prefeito eleito do Recife, deve chegar fortíssimo não só na região metropolitana mas no estado em 2022, para fazer campanha para o seu candidato a governador que pode ser Geraldo Júlio. 

João Campos é político, e quem quiser se enganar que se engane. Soma-se a esse apoio, o PSB hoje comandar quase toda a Região Metropolitana ou ter aliados, e o único adversário ser o Prefeito Anderson Ferreira (PL) que é também um dos prováveis candidatos ao governo. 

O cordão - Recife, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Moreno, são ou serão comandadas por aliados do PSB, diferente de 2018 quando eram comandadas por adversários declarados. Um peso forte no agreste é Garanhuns, que era governada pelo PTB e passa ao comando do PSB.

No jogo - Chamou a atenção de todos o modo como o ex-deputado João Fernando Coutinho se envolveu na campanha para prefeito do Recife de João Campos (PSB). Atualmente no PROS, João Fernando está ganhando cada vez mais destaque e mostrou que pode ser um nome competitivo e forte em 2022 quando vai pra luta novamente por um mandato na Câmara Federal. 

Corpo - Está ganhando repercussão a candidatura do deputado Álvaro Porto para a Presidência da Assembleia Legislativa. Ele é o concorrente direto com o deputado estadual e atual presidente Eriberto Medeiros. Álvaro está se apresentando como alternativa para os deputados de oposição e muitos deputados da base do governo que segundo bastidores não andam satisfeitos com o comando da casa.

Apoio do Partido - Por falar em comando da Casa, o PP decidiu fechar questão em torno do apoio ao nome de Eriberto Medeiros que ainda não anunciou mas deverá ser candidato à reeleição. O apoio do PP ao nome de Eriberto veio em um momento importante justamente na hora em que o deputado Antonio Moraes já ensaiava uma candidatura.

Covid - Por falar na Assembleia, o deputado estadual João Paulo Costa testou positivo. Quem também está com covid, mas já em fase de recuperação é o Secretário de Turismo Rodrigo Novaes.

No Palácio - O Prefeito eleito de Vitória de Santo Antão, Paulo Roberto (MDB),  não perdeu tempo e já esteve no Palácio do Campo das Princesas acompanhado do deputado Raul Henry despachando com o governador Paulo Câmara. O Governador tem tido uma atenção especial com os novos gestores que assumirão em janeiro e disse que a ordem é que seja prioridade ajudar esses prefeitos a tirarem os projetos de campanha do papel.

Banco do Nordeste - O Prefeito Paulo Roberto não perdeu tempo e já esteve na Superintendência do Banco do Nordeste, acompanhado do ex-senador Douglas Cintra. Na pauta do encontro, investimentos para Vitória de Santo Antão, assim como o incentivo aos empreendedores, para fomentar a economia da cidade.

Timbaúba - O Juiz da cidade de Timbaúba, Danilo Félix Azevedo, expediu nesta terça - feira (1)  liminar que impede o atual prefeito da cidade de realizar contratações. A decisão se deu depois de comprovado que o prefeito teve oportunidade de chamar os aprovados na seleção simplificada realizada no ano de 2019, assim como também, teve oportunidade de chamar os aprovados do concurso para guarda municipal, realizado no ano de 2012.

Silvinho Silva, editor do Blog
Whatsapp: (81) 98281 4782
Email: silvinhosilva2018@gmail.com 

Fonte: Blog do Silvinho.